DIABETES – sintomas, causas e principal tratamento

 

A diabetes é uma doença silenciosa e que cresce consideravelmente no Brasil, ocorre pela falta ou incapacidade de índices suficientes de insulina, que faz com que a glicose se eleve.

O pâncreas é o responsável pela fabricação do hormônio da insulina, qualquer interveniência no órgão afeta na produção, seja em excesso ou em resistência que também é um problema sério, e em ambos os casos ocorre o desequilíbrio da quantidade de açúcar ideal as células ocasionando à diabetes.

Você sabe quais os tipos de diabetes?

Existem três tipos de diabetes, cada um com manifestações diferentes e também com possibilidade de tratamento distintas, além disso, o grau de gravidade também é diferente, confira:

  • A Diabetes tipo 1 é mais comum entre as pessoas

Não existe uma causa específica para este tipo de diabetes, é bem provável que ela ocorra por predisposição genética ou autoimunologia. A diabetes tipo 1 pode ocorrer em qualquer pessoa, mas é frequente em crianças, adolescentes e na fase inicial da vida adulta.

O alto índice de glicose no sangue neste tipo de diabetes, muitas vezes, exige que a pessoa aplique injeções diárias de insulina, a fim de cumprir a função do pâncreas.

Acesse o site e fique a par de todos os detalhes desta doença crônica: http://metododestruindoadiabetes.top

Os principais sintomas da diabetes tipo 1 são bem típicos, como:

  • Vontade frequente de urinar, excessiva às vezes;
  • Rompantes de fome e também em excesso;
  • Muita sede;
  • Perda de peso sem motivo aparente;
  • Cansaço e fraqueza;
  • Alterações no humor.

E outras que aparecem sem um motivo maior.

  • Já a Diabetes do tipo 2 é frequente em pessoas acima de 40 anos

Na maioria dos casos, esse tipo de diabetes, é bem características nas pessoas em meia idade e que enfrentam outras complicações na saúde, em virtude do estilo de vida com baixa qualidade, inclusive com sedentarismo, consumo e fumo, má alimentação altos índices de estresses.

diabetes

No diabetes tipo 2, os sintomas são diferentes como pode perceber:

  • Aumenta as infecções;
  • Surgem problemas na visão;
  • As feridas demoram a cicatrizar;
  • A sensação de formigamento pelo corpo faz parte da rotina.

Saiba que a diabetes tipo 2 pode se tornar grave e complicar e muito a qualidade de vida das pessoas.

  • A diabetes gestacional tende a desaparecer após o parto

Felizmente a diabetes gestacional, é transitória, mas requer cuidados relevantes durante a gestação em todo pré-natal, para que a mãe e a criança não corram nenhum risco.

Ela se evidencia em mulheres que engravidaram como sobrepeso e com histórico de diabetes, inclusive do tipo 2, pelas estatísticas cerca de 4% das gestantes acabam desenvolvendo esse tipo de diabetes.

 

E entre os principais sintomas estão:

  • Aumento considerável da sede;
  • Excesso de fome;
  • Muita necessidade de urinar;
  • Visão embaçada.

Clique aqui e conheça detalhadamente um método natural para literalmente destruir a diabetes.

Existem outros tipos de diabetes, que ocorrem devido a associações de doenças, interferências genéticas ou até mesmo medicamentos, são mais raros, mas, não incomuns, como por exemplo:

  • Alteração genética da célula Beta;
  • Doenças no pâncreas, como pancreatite, neoplasia, fibrose cística e outras;
  • Uso de drogas como diuréticos, corticóides e outros;

E também interferência de fatores específicos de cada pessoa, que podem sim transformarem pessoas saudáveis em diabéticos.

Quais os tratamentos indicados para a diabetes?

Antes de tudo devemos entender que cada organismo reage com particularidades a dietas para diabéticos e terapias para quem tem diabetes, mas em suma:

  • O tratamento para diabetes tipo 1 consiste na aplicação de insulina, conforme orientação médica;
  • Em casos de diabetes tipo 2, o médico prescreve medicamentos hipoglicemiantes, se necessário;
  • O ponto forte do tratamento é o controle da alimentação e em alguns casos a aplicação de insulina com recomendação médica.

Importante! Os hábitos alimentares de uma pessoa com diabetes devem ser seguidos a risca, inclusive com dietas para diabéticos, formuladas com ajuda de um nutricionista.

Além disso, praticar exercícios é essencial, para a auto-estima da pessoa com diabetes e sensação de bem estar.

O que mais você precisa saber sobre diabetes?

Os índices de glicose no sangue devem ser observados desde o nascimento para que se conheça o metabolismo e se existe pré-disposição de desenvolver a doença.

  • Se existe a progressão anormal dos níveis de glicose no sangue, ou insulina e também no resultado do exame de hemoglobina glicada é relevante o acompanhamento médico preventivo, pois estas informações são indicadores para o diagnóstico do pré-diabetes, importantíssimo para que se compreenda que em determinado momento da vida poderá se tornar diabético.

De forma alguma é permitido o preconceito em relação a uma pessoa com diabetes, porque não se trata de uma doença contagiosa, tão pouco deve-se pensar que seus portadores estão destinados a uma vida extenuante e dolorosa, pois a medicina contemporânea, associada ao monitoramento da glicose e inúmeras propostas de alimentação, prolongam e possibilitam conforto no estilo de vida de um diabético.

Saiba mais acessando o nosso site http://metododestruindoadiabetes.top/retinopatia-diabetica